EXPOSIÇÃO | Rosa Reis no Round the Corner

De 2 a 15 de Dezembro de 2010
Rosa Reis
Uma luz na Fábrica da Pólvora
Fotografia
Inauguração – Quinta, 2/12 às 19:00
De segunda a sexta, das 15 às 20 h (com a presença da artista das 18 às 20h)
A entrada de Rosa Reis no mundo da fotografia deu-se na sua adolescência, primeiro seguindo o exemplo do seu irmão fotógrafo, mais tarde evoluindo para aquilo que viria a ser uma actividade complementar à sua actividade profissional, desempenhada na Lisnave, nos anos de 1967 a 1995. É nesse ambiente em que vivia quotidianamente imersa que se desenvolveu uma cada vez maior apetência pelo registo fotográfico do mundo laboral e industrial. Para o efeito, recebeu uma autorização da administração da Lisnave para fotografar durante o intervalo de almoço e no período pós-laboral, reunindo assim, ao longo de anos, uma enorme quantidade de imagens de evidente qualidade, o que lhe franqueou o acesso a uma via profissionalizante de sucesso, hoje amplamente documentada. Prevalece no seu trabalho a prática do “momento decisivo”, são fotografias directas, tiradas no preciso momento em que todo o drama e o impacto se tornam visíveis em imagens únicas e irrepetíveis e a opção pela
fotografia a preto e branco enfatiza a crueza dos momentos escolhidos, obrigando à concentração de toda a atenção naqueles instantes. Através do seu olhar sensível, homens e mulheres trabalhadores são revelados na sua absoluta essência humana.
Partindo de uma edição de autor que Rosa Reis publicou em 2006 (Uma Luz na Pólvora), com imagens recolhidas entre 1998 e 2001 na Fábrica da Pólvora *, esta exposição procura repensar e refazer o processo que a fotógrafa fez então. A exposição “Uma Luz na Fábrica da Pólvora” trata antes de mais da necessidade de reflexão sobre as implicações políticas, sociais e económicas e sobretudo humanas, do trabalho, um valor a cada dia mais raro, mais difícil de conseguir e de manter. A velhíssima discussão acerca da extinção do trabalho manual na contemporaneidade assume hoje novas formas, pelo que parece oportuno olhar de novo um passado, não tão distante assim, tendo em vista o melhor planeamento de um futuro que procuramos para todos.
Ana Pinheiro Torres
Novembro 2010

http://www.rosareis.net
Curadoria: Ana Pinheiro Torres

Os comentários estão fechados.
%d bloggers like this: